quarta-feira, 30 de março de 2016

30 anos da 8ª Conferência Nacional de Saúde: saúde é democracia!

Entre os dias 17 a 21 de março de 1986, foi a realizada a histórica 8ª Conferência Nacional de Saúde, cujo relatório final (que pode ser lido neste link: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/8_conferencia_nacional_saude_relatorio_final.pdf) serviu como subsídio para os deputados constituintes elaborarem o artigo 196 da Constituição Federal - "Da Saúde". A partir da promulgação da Constituição, em 1988, a saúde ganhou rumos diferentes com a criação do Sistema Único de Saúde (SUS). Em 28 de dezembro de 1990, a Lei n.° 8.142 instituiu as Conferências e os Conselhos de Saúde, instâncias de Controle Social.

A Conferência é considerada um marco da reforma sanitária, e foi liderada por Sergio Arouca, médico sanitarista que defendia a ampliação do conceito de saúde - deixando de ser apenas a ausência de doenças, e passando a ser entendido como qualidade de vida - uma das ideias disseminadas em seu famoso discurso de abertura do evento em que afirma que "saúde é democracia", e que pode ser visto em um vídeo produzido pela Vídeo Saúde Distribuidora da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).





O discurso de Sérgio Arouca foi a inspiração para o tuitaço "Saúde é Democracia", promovido em 04 de dezembro de 2015, durante a realização da 15ª Conferência Nacional de Saúde, pelo Conselho Nacional de Saúde, Comunidade de Práticas, Rede HumanizaSUS, Vivências e Estágios na Realidade do SUS (VER-SUS) São Paulo, Coletivo de Comunicação da Associação Paulista de Saúde Pública (APSP), Política Nacional de Humanização - HumanizaSUS (PNH), e Articulação Nacional de Educação Popular em Saúde (ANEPS), que reuniu manifestações em defesa do SUS e da democracia sob a hashtag #SaúdeéDemocracia (os tweets podem ser conferidos neste link: https://twitter.com/hashtag/SaúdeéDemocracia?src=hash), incorporada também a tweets posteriores ao evento.





Para celebrar os 30 anos da 8ª Conferência Nacional de Saúde, no dia 30 de março, a Universidade de São Paulo (USP) realizará um encontro que tem como objetivo debater o significado dessa trajetória, suas conquistas e derrotas, buscando refletir sobre a situação política atual no contexto da construção do SUS, e o papel da Universidade em relação a ele.

A discussão será promovida no Anfiteatro de Medicina Preventiva da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), por meio de rodas de conversa com a presença de usuários, representantes do movimento estudantil e professores convidados. Entre eles está o Professor Carlos Botazzo, da Faculdade de Saúde Pública da USP e ex-Pesquisador Científico do Instituto de Saúde, que em 1996, durante sua colaboração com a instituição, realizou pesquisas a respeito da 8ª Conferência.

Serviço:
30 anos da Oitava Conferência Nacional de Saúde
Data: 30 de março de 2016
Horário: às 19h
Ingresso: Evento gratuito, sujeito a lotação do Anfiteatro
Local: Anfiteatro de Medicina Preventiva - Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (Avenida da Universidade nº 308, 01246903, São Paulo)
Evento no facebook: https://www.facebook.com/events/1772471796310197/



E no dia 31 de março, a Faculdade de Saúde Pública (FSP) da USP realizará o debate: "Percursos da memória e da história da saúde pública em São Paulo - das fraudes do Institulo Médico Legal (IML) à (Des) Memória Pública". Após o debate será realizada cerimônia de instalação de placa em homenagem à todos os que lutaram e lutam por uma sociedade justa e democrática.

"Durante o evento, será divulgado um relatório apresentado à Comissão da Verdade Rubens Paiva e também à Comissão Nacional da Verdade sobre as atividades do Instituto Médico-Legal (IML) durante o período militar. O Relatório sobre o IML nunca havia sido apresentado à comunidade acadêmica, especialmente à Faculdade de Saúde Pública da USP", afirma o Prof. Dr. Carlos Botazzo, coordenador do evento e docente do Departamento de Prática de Saúde Pública da Faculdade de Saúde Pùblica (FSP) da USP.

Data: 31/03/2016 - 11h
Local: FSP/USP - Av. Dr. Arnaldo, 715 - Auditório Paula Souza.






Fontes: